Prefeito e Saúde se reúnem com responsáveis por bares, restaurantes e academias para negociarem retorno das atividades

Do(a) ASCOM BOA VISTA PB por Mateus Araújo | Publicado em 17/07/2020 às 17:25

Prefeito e Saúde se reúnem com responsáveis por bares, restaurantes e academias para negociarem retorno das atividades

Meses após o decreto de isolamento social imposto pelo governo estadual que suspende a realização de atividades consideradas não essenciais visando a contenção do avanço do coronavírus na Paraíba, e pensando na crise econômica instaurada em consequência de tais medidas, é chegada a hora de traçar estratégias para um retorno gradual desses serviços.

O prefeito André Gomes, junto com representantes da equipe da saúde do município de Boa Vista, se reuniu na manhã desta sexta-feira (17) com comerciantes e proprietários de academias para dialogar sobre a futura retomada desses trabalhos, uma vez que, além da crise na saúde, o setor econômico vem sofrendo grandes impactos negativos.

A reunião aconteceu na Quadra Coberta da Escola Municipal Bentonit União, um espaço aberto e arejado. Todos os presentes utilizaram máscara de proteção durante a conversa, fizeram a higienização das mãos com álcool em gel, e o distanciamento social foi respeitado. Boa Vista atualmente encontra-se classificada na bandeira amarela. A classificação permite o funcionamento do comércio varejista e do transporte coletivo municipal, de acordo com os protocolos obedecidos pelas autoridades competentes.

        “Quis me reunir com os comerciantes para que pensássemos juntos, como sociedade, o melhor caminho a seguir. Desde o início da pandemia em nosso município não estamos mantendo esforços para controlar essa situação. Nosso principal foco é cuidar da saúde da população, mas é chegada a hora de pensarmos nos nossos comerciantes que há meses estão enfrentando dias difíceis economicamente falando. Mas lembro que a colaboração de todos é essencial para que o retorno das atividades funcione sem colocar em risco a saúde de nenhum boavistense”, disse o prefeito André Gomes.

Evaldo Figueiredo, professor de Educação Física, relata como a pandemia afetou o seu trabalho. “Fora os prejuízos financeiros, devido ao investimento que fizemos com compra de equipamentos, compra de acessórios, existe um prejuízo ainda maior para o alunado. A gente sabe que a prática de atividade física fortalece o sistema imunológico, melhora a parte cárdio, e em um momento como esse, caso estivéssemos nos exercitando, não ficaríamos tão vulneráveis. Não adianta abrirmos os estabelecimentos de qualquer forma, nós temos que abrir sabendo que podemos levar segurança para o cliente e para nós mesmos”, revelou o educador.

Para Ítalo Rodrigues, proprietário de um dos comércios locais, a retomada das atividades é um momento muito aguardado que deverá obedecer todos os critérios de saúde sanitária para que ninguém venha a sofrer posteriormente com problemas de saúde, ou até mesmo com uma nova ordem para suspensão das atividades comerciais. “ A gente já vem se preparando há um tempo para esse retorno. Já providenciamos recipientes para disponibilizarmos álcool em gel em todas mesas, luvas para os clientes usarem na hora de se servirem, monitoramento dos sintomas, e todos os cuidados necessários”, disse. 

“Com o surgimento dos primeiros casos na região, nós já nos precavemos, paramos nossas atividades de abertura e recepção de clientes dentro do nosso ambiente, mas mesmo antes disso já contávamos com o sistema de delivery. Então temos um sistema que já realiza todo o atendimento ao cliente sem nenhum contato próximo. Depois da pandemia, fizemos apenas alguns ajustes, infelizmente precisamos enxugar nossa equipe, mas mantemos a qualidade dos nossos serviços e adotamos o distanciamento social, sempre divulgando o nosso atendimento virtual”, concluiu o comerciante.

No encontro, os comerciantes e proprietários de academias puderam expor seus pontos de vista, dificuldades e dúvidas em relação ao tema. A equipe de saúde do município, ainda no dia de hoje, iniciou a testagem em massa desse público específico. Algumas das medidas de segurança sanitária que serão adotadas tratam-se de horários de funcionamento reduzidos, higienização constante dos estabelecimentos, uso obrigatório dos equipamentos de proteção, aferição de temperatura, além da proibição de aglomerações.

Os profissionais de saúde também orientaram os presentes a não omitirem sintomas da covid-19, e enfatizaram que cabe aos mesmos realizar a fiscalização em seus próprios locais de trabalho como parcela na responsabilidade de manter a saúde pública. Nos próximos dias um decreto será publicado informando todos os pontos necessários que devem ser seguidos pensando no retorno das atividades que estão paralisadas até o momento.

Luisa Porto, secretária municipal de saúde, explica que entende as dificuldade trazidas para estes setores, mas reforça que os cuidados com uma possível contaminação devem ser redobrados. “Acreditamos que é o momento para se fazer algo porque essas pessoas estão enfrentando um crítico momento econômico. Nós estamos pedindo a contribuição da população. Sabemos da necessidade, da vontade que as pessoas têm em ter seus hábitos retomados, mas pedimos cautela, que evitem fazer aglomeração, e que se for usufruir de um desses serviços, que isso seja feito com muita consciência”, expressou Luisa. 


Tempo
Boa Vista - PB
Mín 15ºC
22º
Máx 29ºC
Parcialmente nublado

Mais Lidas